20 de junho de 2024
Magno Nazaret - Foto: Ivan Storti

Magno Nazaret vence contra-relógio e lidera o 10º Tour do Brasil

Magno Nazaret - Foto: Ivan Storti
Magno Nazaret – Foto: Ivan Storti

Atleta da Funvic/BrasilInvest/São José dos Campos, atual campeão, confirmou o favoritismo e venceu o contra-relógio da quarta etapa

O 10º Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo tem novo líder. Atual campeão da disputa e sério candidato ao título desta edição, confirmou essa condição ao vencer a quarta etapa, realizada na manhã desta quarta-feira (12) na cidade de Brotas. O atleta da Funvic/BrasilInvest/São José dos Campos, Magno Nazareth, confirmou seu favoritismo na prova de contrarrelógio, com 25,8 km, fazendo o excelente tempo de 30min57seg254, com mais de um minuto e meio de vantagem para o vice-campeão, o espanhol Oscar Sevilla, da EPM/Une Ciclismo/Colômbia, 32min33seg147. Flávio Cardoso Santos, também da Funvic/BrasilInvest/São José dos Campos, fechou o pódio, com a marca de 32min33seg522.

Com a vitória na quarta etapa, a segunda consecutiva do atleta e a quarta da equipe brasileira, Magno assumiu a liderança geral do 10º Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo, com 9h27min20seg, quase dois minutos de vantagem para seu companheiro de equipe, Alex Diniz Correia, com 9h29min11seg. Oscar Sevilla aparece em terceiro, com 9h29min46seg. Na disputa por Pontos, Alex Diniz Correia segue na frente, agora com 28 pontos, enquanto João Gaspar, da Ironage/Colner está na frente no Prêmio de Montanha, com 16 pontos. Por equipe, a Funvic segue na frente, com 28h26min06seg, seguida pelo Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia, com 28h37min39seg, e pela EPM/Une Ciclismo, com 28h37min47seg.

Pódio etapa - Foto: Ivan Storti
Pódio etapa – Foto: Ivan Storti

Em grande momento e bem preparado, Magno Nazaret sobrou na disputa do contrarrelógio em Brotas, com largada e chegada na Avenida Dante Martinelli. Nem mesmo o duelo com o espanhol Oscar Sevilla, vice-campeão da prova no Tour de France, acabou acontecendo, pois o brasileiro venceu com boa vantagem. Mais do que o resultado, Magno deu um passo importante para a conquista do bicampeonato, chegando à metade da competição com grande vantagem.

“Agora é dia após dia, etapa após etapa! E sempre trabalhando bem com a equipe para mantermos os bons resultados até o final. Na quinta, com o trecho entre Brotas e Águas de Lindoia, será uma corrida decisiva. Quem vencer pode levar a Volta. E precisamos manter o foco e continuar trabalhando bem, para conservamos a camisa”, declarou o vencedor. Com relação à etapa, ele ressaltou a dificuldade.”Foi um dia duro, onde precisei usar 110% de mim do começo ao fim do contrarrelógio. Além do cansaço acumulado ao longo dos dias, ainda peguei muito vento contra, que dificultou ainda mais”, completou.

Quinta etapa – A disputa deixa Brotas nesta quinta-feira, Os ciclistas terão pela frente o trecho mais longo deste ano, com 191, 6 km até Águas de Lindoia. Além da distância e para dar ainda mais emoção, a chegada será em subida, com Prêmio de Montaha de nível 1, chegando a 1177 metros de altitude e para testar a força dos competidores. A largada em Brotas será às 7h30, na Avenida Rodolfo Guimarães, na Praça Amador Simões, com chegada no Tênis Clube Estância Azul, em Águas de Lindoia.

Resultados

4ª etapa – Brotas – Contrarrelógio 28.5 km

  1. Magno Nazaret (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 00h30’57”
  2. Oscar Miguel Sevilla (EPM/Une Ciclismo/Colômbia), 00h32’33”
  3. Flávio Santos (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 00h32’33”
  4. Cristian Egídio da Rosa (Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/BRA), 00h32’43”
  5. João Gaspar * (Ironage/Cloner/BRA), 00h32’44”
  6. Luis Carlos Tavares (São Lucas/Giant/Bontranger/Americana/BRA), 00h32’45”
  7. Rodrigo do Nascimento (São Francisco Saúde/Açúcar Caravelas/Gold Meat/SME Ribeirão Preto/BRA), 00h32’48”
  8. Alex Correia (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 00h32’48”
  9. Cleberson Weber (Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/BRA), 00h32’55”
  10. Juan Villegas (4-72 Colômbia), 00h32’59”

Classificação Geral Individual após quatro etapas

  1. Magno Nazaret (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 09h27’20”
  2. Alex Diniz Correia (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 09h29’11”
  3. Oscar Sevilla (EPM/Une Ciclismo/Colômbia), 09h29’46”
  4. João Gaspar * (Ironage/Colner/BRA), 09h30’21”
  5. Juan Sebastian Martinez (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 09h30’36”
  6. Willian Chiarello (São Lucas/Giant/Bontranger/Americana/BRA), 09h30’48”
  7. Flávio Cardoso Santos (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 09h31’32”
  8. Oscar Sanches Guarin (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 09h31’51”
  9. Rodrigo do Nascimento (São Francisco Saúde/Açúcar Caravelas/Gold Meat/SME Ribeirão Preto/BRA), 09h31’52”
  10. Arkaitz Duran (OFM/Quinta da Lixa/POR), 09h32’52”

Classificação Geral de Montanha

  1. João Gaspar (Ironage/Colner/BRA), 16
  2. Oscar Eduardo Sanches Guarin (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 12
  3. Cristian Egidio da Rosa (Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/BRA), 5

Classificação Geral por Pontos

  1. Alex Diniz Correia (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 28
  2. Magno Nazaret (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 25
  3. Flávio Cardoso Santos (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 23

Classificação Geral por equipes após duas etapas

  1. Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 28h26’06”
  2. Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/BRA), 28h37’39”
  3. EPM/Une Ciclismo/Colômbia), 28h37’47”
  4. OFM/Quinta da Lixa/POR), 28h41’56”
  5. São Lucas/Giant/Bontranger/Americana/BRA), 28h45’41”
  6. 4-72 Colômbia), 28h47’37”
  7. Ironage/Colner(BRA), 28h51’32”
  8. São Francisco Saúde/Açúcar Caravelas/Gold Meat/SME/BRA), 28h52’14”
  9. Androni Giocattoli/ITA), 28h53’53”
  10. Brasilinvest/Suzano/Eqmax/BRA), 29h05’08”

Fonte: Federação Paulista de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização