23 de junho de 2024

“Herança maldita” de Lance Armstrong afeta família de Wiggins

Filhos do britânico sofrem bullying após doping de Lance Armstrong e ciclista precisa trocá-los de escola

Bradley WigginsCampeão da Volta da França em 2012, o britânico Bradley Wiggins revelou nesta quarta-feira que precisou encontrar um nova escola para os seus filhos depois que eles passaram a ser “perseguidos e intimidados” após a revelação do escândalo de doping envolvendo o ex-ciclista norte-americano Lance Armstrong.

“Aquela vitória (Tour 2012) mudou tudo. Eu saí de casa desconhecido e retornei como o homem mais famoso do país naquela semana. Foi difícil para mim e minha família. Afetou eles também. Aquele fato com o Lance Armstrong em janeiro… meus filhos começaram a ser atormentados. ‘O seu pai usa drogas? Ele venceu o Tour. Ele é igual ao Lance Armstrong?”, disse o ciclista na Espanha, onde está treinando com sua equipe, a Sky.

“Meus filhos começaram a ser atormentados: ‘Seu pai usa drogas? Ele venceu o Tour. Ele é igual ao Lance Armstrong?'”

Wiggins disse que mudou seus dois filhos, Ben e Isabella, para outra escola no ano passado. “Foi horrível. Meu filho sofrendo bullying na escola. Eu tive que tirá-los de lá e colocá-los em outra escola. Eu me senti responsável”.

O ciclista, de 33 anos, que também possui quatro medalhas de ouro olímpicas, explicou que se sentia responsável pelo assédio moral aos seus filhos e isso lhe causou “infelicidade” no ano passado, mesmo após ter sido escolhido a personalidade esportiva britânica de 2012 pela BBC, em um reconhecimento ao seu título da Volta da França e seu triunfo na disputa do contra-relógio nos Jogos de Londres. Por estes méritos, Wiggins foi condecorado “Sir” pela família Real britânica.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização