23 de junho de 2024

Armadilhas ameaçam a vida de mountain bikers na Espanha

Ciclistas estão sendo vítimas de armadilhas como esta na Espanha
Ciclistas estão sendo vítimas de armadilhas como esta na Espanha

Não bastasse o aumento no número de roubos de bicicletas nas grandes cidades, ciclistas espanhóis estão sendo vítimas de uma nova modalidade criminosa. De acordo com o jornal El Progreso, diversos praticantes de monuntain bike tem relatado o surgimento de armadilhas instaladas em singletracks, com o objetivo de furar os pneus das bicicletas, impedindo a passagem dos ciclistas.

Apesar desta prática não ser generalizada, já fal algum tempo que esta informação tem sido comprovada e divulgada em vários fóruns e redes sociais, onde foram postadas várias fotos de tábuas cobertas de pregos e até mesmo garrafas quebradas semienterradas no solo e disfarçadas com mato por cima. Entre os caso mais extremos, há o relato de fios de arame farpado presos entre as árvores na altura do pescoço do ciclista.

Arame farpado preso entre as árvores: risco de morte
Arame farpado preso entre as árvores: risco de morte

Embora até o momento nenhum suspeito desta atitude criminosa tenha sido preso, testemunhas disseram que estas armadilhas teriam sido colocadas por caçadores que pretenderiam com isto impedir que ciclistas pedalassem pela região, atrapalhando assim o seu “esporte”. De acordo com as mesmas fontes, fazendeiros também seriam adeptos desta prática.

Felizmente, até o presente momento não há relatos de ferimentos sérios causados por esta atitude criminosa e irresponsável. Graças à ampla divulgação do problema através da Internet e suas redes sociais, este tipo de armadilha está sendo denunciado e levado a conhecimento pelos ciclistas. Há poucos dias, o campeão espanhol de cross-country Sergio Mantecón publicou em seu Twitter fotos de armadilhas descobertas por ele e seus companheiros de pedalada, feitas com estacas de madeira semienterradas no solo.

Há poucos meses, por pouco não houve uma tragédia durante a realização da prova Ultra Trail Extreme Lagos, na cidade asturiana de Cangas. Nesta ocasião, vândalos alteraram a sinalização da prova, com a clara intenção de guiar os participante até uma precipício. Por pura sorte, o estratagema foi descoberto a tempo, embora muitos ciclistas tenham abandonar a prova por falta de segurança.

Vídeo:

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização