20 de junho de 2024
O ciclismo nacional estará presente com 14 times - Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

Definidas as equipes nacionais para o 10º Tour do Brasil

O ciclismo nacional estará presente com 14 times - Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação
O ciclismo nacional estará presente com 14 times – Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

O 10º Tour do Brasil/Volta Ciclística do Estado de São Paulo contará com 20 equipes, representando seis países, Brasil, Portugal, Rússia, Itália, Colômbia e Paraguai. Entre o período de 9 a 16 de fevereiro, os ciclistas percorrerão mais de mil quilômetros por várias cidades paulistas e também por Monte Verde, em Minas Gerais, uma das atrações e novidades desta edição do mais importante evento ciclístico da América Latina.

O ciclismo nacional estará presente com 14 times, sendo as oito mais bem colocadas no ranking nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) de encerramento da temporada 2013, de quatro estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. O evento contará pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI).

A lista de equipes nacionais é encabeçada pela atual bicampeã do Tour do Brasil, a Funvic/Brasil Invest/São José do Campos (SP), atualmente na terceira posição do ranking. As outras representantes, por ordem de classificação, são a São Francisco Saúde/Açúcar Caravelas/Gold Meat/SME Ribeirão Preto (SP), UFF de Ciclismo/Rio de Janeiro (RJ), Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/Maxxys Calypso/Rudy Project/Cascavel (PR), Ironage/Colner/Sorocaba (SP), São Lucas/Giant/Bontranger/ Americana (SP), Memorial/Prefeitura de Santos (SP), Suzano/DSW Automotive (SP), Velo/Seme Rio Claro (SP), Avaí FC/FME Florianópolis (SC)/APGF, Barueri (SP), ADF/Bauducco/JKS/SIL/Guarulhos (SP), Route Bike (SP)Associação Radical Sports Club/Boituva (SP).

O percurso da décima edição incluiu novas cidades, como Barueri, Botucatu, Brotas e Águas de Lindóia, além de Monte Verde. Permaneceram Sorocaba, Atibaia e São Paulo. Outra novidade é a etapa final, com um circuito de aproximadamente 70 km na Praça de República, em pleno centro da capital paulista, válido também como a Copa da República de Ciclismo, proporcionando uma encerramento emocionante para a competição.

O roteiro é o seguinte: 9/02, Barueri/Sorocaba; 10/02, Sorocaba/Botucatu; 11/02, Botucatu/Brotas; 12/02, Brotas – Contrarrelógio; 13/02, Brotas/Águas de Lindóia; 14/02, Águas de Lindóia/Atibaia; 15/02, Atibaia/Monte Verde(MG); 16/02 – São Paulo – Circuito no Centro.

Na nove edições anteriores, o Brasil venceu oito, perdendo apenas em 2009, quando a equipe Barbot/Siper/Azeite Vila Flor, de Portugal, levou a melhor. O time Funvic, então em Pindamonhangaba, venceu a última edição em 2012, tornado-se bicampeão. No individual, o vencedor foi Magno Nazaret, da mesma equipe.

Campeões por equipes:

2004 – Memorial/Santos
2005 – Scott/Marcondes Cesar/Fadenp/SJC
2006 – Cesc/C.E São Caetano/Sundown
2007 – Scott/Marcondes Cesar/Fadenp/SJC
2008 – Avaí/Florianópolis/APGF
2009 – Barbot/Siper/Azeite Vila Flor/Portugal
2010 – Clube DataRO de Ciclismo
2011 – Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba
2012 – Funvic/Pindamonhangaba

Campeões individuais:

2004 – Antonio Xavier do Nascimento
2005 – Jorge Giacinti
2006 – Alex Diniz
2007 – Marcos Christian Novello
2008 – Gregolry Panizo
2009 – Sergio Ribeiro (Portugal)
2010 – Gregory Panizo
2011 – José Eriberto
2012 – Magno Nazaret

O 10º Tour do Brasil/Volta Ciclística do Estado de São Paulo tem realização, organização e coordenação da Rede Globo, Governo do Estado de São Paulo, Federação Paulista de Ciclismo (FPC) e Yescom, com supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e União Ciclística Internacional (UCI).

O evento terá cobertura televisiva da TV Globo, SporTV, Globo Internacional, GloboEsporte.com , Eu Atleta.com e Esporte Espetacular.

Fonte: Federação Paulista de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização