22 de junho de 2024
Ciclovia deverá ser utilizada por quem trabalha na região

São Paulo ganhará 37 km de ciclovias para ligar eixos comerciais

Ciclovia deverá ser utilizada por quem trabalha na região
Ciclovia deverá ser utilizada por quem trabalha na região

A cidade de São Paulo deve ganhar 37 km de ciclovias no chamado eixo oeste-sul. O anúncio feito pelo prefeito Fernando Haddad ocorreu durante a visita às obras da Operação Faria Lima e a divulgação das próximas etapas do programa que visa à complementação e integração urbanística do sistema viários existentes e a melhoria dos espaços públicos da região.

A faixa das bikes sairá do Largo da Batata e seguirá até a Ponte João Dias, integrando os centros comerciais das avenidas Faria Lima, Luis Carlos Berrini, Chucri Zaidan e Água Espraiada. As obras da ciclovia no trecho entre as avenidas Luis Carlos Berrini e Água Espraiada devem ser entregues em até 15 meses. O novo trecho, compreendido entre o Largo da Batata e a Avenida Faria Lima, acabou de receber licença ambiental e será licitado em breve.

“Estaremos dando uma alternativa segura para o ciclista que hoje corre risco. Além da ciclovia da Marginal Pinheiros, paralela à linha da CPTM, teremos uma outra pelo meio da cidade. Serão duas opções, as duas muito prazerosas. Mas, na minha opinião, para quem usa a bicicleta para ir ao trabalho e não como lazer, (esta) aqui vai ser até mais importante como modal de transporte interligado”, disse Haddad.

A partir deste final de semana os moradores da cidade poderão utilizar o Bilhete Único para alugar uma bicicleta no Bike Sampa, estações de bicicletas patrocinadas pelo Banco Itaú.

Fonte: Portal Mobilize, por Renato Lobo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização