22 de junho de 2024

Ganhe eficiência e potência pedalando com uma perna só

MTBQuando pedalamos, se ocorre alguma falha no movimento de uma das pernas, a outra acaba compensando-a. Uma perna ajuda a outra a completar a pedalada, dando assim continuidade ao ciclo e mantendo o ritmo de deslocamento da bike. Ao pedalar com uma perna só, no entanto, essa ajuda deixa de existir e para manter o ritmo é necessário executar o ciclo completo do movimento ou a bike perde velocidade e estabilidade.

Segundo Ricardo Hirsch, diretor técnico da assessoria esportiva Personal Life, esse exercício nos faz perceber a importância de ter uma pedalada redonda do início ao fim, aproveitando ao máximo os momentos de empurrar e puxar o pedal para ganhar velocidade. Isso porque a tendência é relaxar a perna no movimento de retorno, quando o pé volta do ponto mais baixo para o ponto mais alto do pedal, deixando de aproveitar esse momento para fazer força. Por isso o exercício é eficaz para aprimorar a técnica e deixar o movimento mais uniforme, tornando-o mais eficiente.

Empurra e puxa em 3 fases – Para obter ganhos com esse exercício, ele não pode ser feito apenas em baixa intensidade. É preciso haver variação de ritmo e de aplicação de força — assim, o atleta aprenderá a controlar o movimento em qualquer uma das situações. A melhor forma é executá-lo em três fases, focando primeiro no movimento de empurrar o pedal, depois no de puxar e por fim empurrando e puxando. Hirsch sugere fazer três séries para cada fase, com duração de 1 minuto para os movimentos específicos e de 2 minutos para o ciclo completo, sempre alternando o ritmo, começando leve, passando a moderado e terminando forte.

Fonte: Ativo (Prólogo)

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização