18 de abril de 2024

Cerveja sem álcool pode ser benéfica para atletas, diz estudo

CervejaPesquisa realizada pela Universidade de Munique, Alemanha, concluiu que os polifenóis, substâncias que tem agentes antibióticos, antialérgicos e anti-inflamatórios presentes na cerveja sem álcool, podem contribuir para proteger os atletas de dores musculares, gripes e resfriados, causados pelo treinamento excessivo.

De acordo com os pesquisadores, 1 litro de cerveja sem álcool contém de 400 a 800 miligramas de polifenóis, suficientes para manter o atleta protegido.

Durante o estudo, publicado pela organização Medicine & Science in Sports and Exercise – ACSM, 277 atletas foram monitorados e divididos em dois grupos. O primeiro não consumiu nada relacionado ao experimento. Já no segundo grupo, cada integrante bebeu cerca de um litro de cerveja sem álcool por dia, durante três semanas antes do teste físico e por duas semanas após o mesmo.

No grupo que bebeu a cerveja sem álcool foi detectada uma redução sensível no quadro inflamatório, responsável pela dor muscular tardia, além de não terem sido registrados sintomas de gripes ou resfriados nos dias após o teste. Em contrapartida, no grupo que não bebeu a cerveja, aconteceram vários casos de problemas respiratórios depois da prova.

O estudo concluiu ainda que os polifenóis trazem diversos benefícios ao atleta, devido a sua rápida absorção e sua habilidade em aumentar a capacidade antioxidante do organismo.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização