12 de junho de 2024

Pressão popular resulta e Specialized desiste de processar loja

Após pressão popular em redes sociais, gigante norte-americana desiste do processo contra uma pequena loja de bicicletas no Canadá

RoubaixA aquecida disputa de marca entre a Specialized e a loja de bicicletas canadense Café Roubaix termina pacificamente sem nenhuma ação legal, após uma conversa entre o dono da loja e o fundador e CEO da Specialized, Mike Sinyard.

“Eu tive uma boa conversa com Mike Sinyard hoje e estou feliz em dizer a todos que as coisas terminaram bem. Gostaria de agradecer  todos pelo apoio. Vocês foram incríveis!”, escreveu Dan Richter, proprietário do Café Roubaix em sua página no Facebook ontem.

A tentativa em defender a marca registrada “Roubaix” – nome utilizado pela empresa em uma de suas linhas de bicicleta de estrada -, contra a Café Roubaix, uma pequena loja de bikes canadense, rapidamente se tornou um exemplo de desastre total de relações públicas, com protestos de ciclistas em todo o mundo contra a atitude corporativista da Specialized.

As manifestações de apoio a Richter e a crítica generalizada tiveram um papel decisivo na decisão de Mike Sinyard voltar atrás e desistir do processo.

Apesar do embate legal, a Specialized na verdade não é a proprietária da marca Roubaix, que pertence a Action Sports International (ASI), proprietária da Fuji Bikes (que possui um modelo de estrada com este nome desde 1992).

De acordo com o site Bicycle Retailer and Industry News, “a ASI possui os direitos da marca Roubaix em todo o mundo, licenciando-a para a Specialized desde 2003”. Para por mais lenha na fogueira, Pat Cunnane, presidente da ASI, diz que não vê nenhum problema no fato da loja de bikes ter o nome Roubaix. “Na verdade, fico feliz por Dan Richter utilizar o nome em sua loja”, diz Cunnane. “Nós procuramos o Sr. Richter e o informamos que ele pode continuar a utilizar o nome Roubaix, pois nós iremos licenciar seu uso, o que pode ser feito facilmente”, finaliza.

Entenda o caso:

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização