23 de junho de 2024

Suntour XCT 29: Suspensão barata vale a pena?

SuntourExiste uma fronteira vagamente definida entre os amortecedores dianteiros eficientes e as inúteis. Um bom amortecedor deve fazer exatamente isto, amortecer os impactos, retornando a energia aplicada em sua compressão de forma controlada. O amortecedor XCT 29, da marca taiwanesa Suntour espreme-se nesta fronteira, oscilando de um lado para outro conforme a situação.

Desenvolvida para ser o modelo padrão em bicicletas mountain bike de nível iniciante / recreacional, foi durante muito tempo oferecida apenas na versão para rodas 26 polegadas. Com a mudança nos rumos do mercado de MTB, ela agora não só oferecida na versão para aros 29″, mas também tem sido utilizada como equipamento de série na maioria das bikes 29ers da categoria.

Comparada aos seus modelo 26″, pouco ou nada foi alterado, com a exceção óbvia da adaptação para o maior diâmetro da roda. Mesmo o orifício para a colocação de “olho de gato” (algo totalmente inútil em uma trilha) foi mantido. Tratando-se de uma suspensão simples e barata, sua construção e funcionamento também é simples: a mola de aço para pré-carga fica situada na perna direita, enquanto que na perna esquerda elastômeros são utilizados para amortecer o impacto – solução esta abandonada pelas grandes marcas há séculos atrás.

Obviamente, se a intenção da Suntour é cortar custos de produção, por outro lado não há como não afetar o desempenho. A XCT 29 é um dos amortecedores mais baratos do mercado, mas é também um produto com fraco desempenho e até mesmo arriscado em algumas situações.

No que diz respeito à performance, a mola da XCT 29 é bastante dura, boa para ciclista com alguns quilinhos extras, mas bastante desconfortável para os mais leves, sem nenhum traço de suavidade, principalmente em estradas de terra com as irritantes “costelas de vaca”. Dos 100mm de curso, você provavelmente utilizará apenas 80, isto se você pesar mais que 90 kg!

A Suntour XCT 29 é oferecida com as opções de 80mm e 100mm. Em nenhum dos modelos existe linearidade no curso: A partir dos primeiros 50mm, a mola fica bastante dura, o que se por um lado previne que a bike afunde o nariz, por outro lado seu retorno vem com a velocidade de um coice de mula! E por falar em curso, tanto o modelo de 80mm quanto o de 100mm possuem na prática 15mm a menor que o curso declarado pelo fabricante.

Com canelas construídas em alumínio, possui abundância de componentes construídos em aço, o que lhe deixa com o peso final de 2.4 kg, ou 2.8 kg no caso da versão para freios v-brake. Este peso é similar ao da Rock Shox Boxxer, um amortecedor para bikes de downhill com coroa dupla.

A XCT 29 é uma suspensão muito barulhenta quando acionada. Além disso, possui bastante flexibilidade ao se utilizada em curvas fechadas, o que aumenta a insegurança do condutor.

Alegar que a XCT está apenas um pouco acima de um garfo rígido não é de todo um exagero. Em um mercado onde o grande problema seja o alto custo das bicicletas, deveria haver uma maior preocupação por parte dos fabricantes de bicicletas e da Suntour quanto à performance e a segurança de seus produtos.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização