22 de junho de 2024
Pscheidt no alto do pódio - Foto: CBC / Divulgação

Ricardo Pscheidt é o novo campeão brasileiro de MTB Marathon

Pscheidt no alto do pódio - Foto: CBC / Divulgação
Pscheidt no alto do pódio – Foto: CBC / Divulgação

Após quatro vice-campeonatos brasileiros na categoria de maratona MTB, o atleta Shimano Ricardo Pscheidt, da equipe Soul Riders, comemorou neste domingo (24) o título inédito na competição nacional, em Juiz de Fora (MG). Marcelo Cândido, da equipe LM/Shimano, também subiu ao pódio para receber a medalha de bronze. Gustavo Ricardo Santos (LM/Shimano) terminou a prova em décimo lugar.

Em um circuito muito técnico de 60 quilômetros, a chuva foi intensa durante a disputa, com duração de mais de duas horas e meia. Ricardo Pscheitd se recuperou após a largada, superando os adversários, um a um, até tornar-se campeão brasileiro de 2013. “Confesso que já estava cansado de ser vice. Sofri muito no início da prova, logo após a largada. Depois, com o passar do tempo fui conseguindo me recuperar e apostei tudo na última arrancada. O percurso foi duríssimo, exigia muito esforço dos atletas”, analisou o novo campeão nacional de maratona, que finalizou a prova em 2h38m40s. “Gostaria de agradecer a todos da minha equipe, Soul Riders, à Shimano e ao meu técnico Vitor Costa pelo trabalho intenso que tivemos nesta temporada”, completou.

Um mês antes do Brasileiro de MTB Maratohn 2013, Ricardo Pscheidt disputou, na Bahia, a quarta edição do Brasil Ride, mais importante ultramaratona de mountain bike das Américas. A competição, que durou sete dias e somou 565 km de trilhas, entre as cidades de Mucugê e Rio de Contas, foi utilizada como preparação para o torneio nacional. Ao lado do espanhol Oriol Colome, o atleta Shimano acabou em 6º lugar, em sua segunda participação na prova. Em 2010, Pscheidt formou dupla com o brasileiro Gilberto Gois e ficou com o bronze no geral.

A prova deste domingo também foi de superação para Marcelo Cândido. O ciclista, um dos principais do Brasil no estilo, adotou uma estratégia mais conservadora no início da corrida e até a metade da prova estava na 7ª colocação. A partir do quilômetro 40, Marcelo se uniu ao pelotão de perseguição ao líder, ao lado de Robson Ferreira da Silva e Josemberg Montoya. No sprint final, o ciclista da LM/Shimano ultrapassou um dos dois rivais e garantiu o terceiro lugar da etapa, com o tempo de 2h41m06s.

Resultados da elite masculina:

  1. Ricardo Pscheidt – 2h38min40
  2. Josemberg Montoya – 2h41min06
  3. Marcelo Cândido – 2h41min06
  4. Robson Ferreira da Silva – 2h41min06
  5. Rubens Donizete Valeriano – 2h42min46
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização