12 de junho de 2024
Renato e Dixini no pódio - Foto: CBC / Divulgação

Seleção Brasileira de BMX brilha na Latin American Series

Renato e Dixini no pódio - Foto: CBC / Divulgação
Renato e Dixini no pódio – Foto: CBC / Divulgação

Os pilotos da Seleção Brasileira de BMX, que passaram o fim de semana competindo no Chile, fizeram mais uma grande apresentação neste domingo, 24 de novembro, e voltaram a conquistar excelentes resultados durante a última etapa do Latin American Series. Os brasileiros fizeram uma dobradinha na prova masculina com Renato Rezende e Miguel Dixini, seguido pela vitória da atleta Bianca Quinalha no feminino.
“Estou muito feliz por encerrar o ano com esta vitória. Este foi, sem dúvida, o melhor ano da minha carreira. Só tenho a agradecer aos meus treinadores Daniel Jorge e Guilherme Pussieldi, patrocinadores e toda a torcida brasileira que sempre esta comigo. Agora vou descansar alguns dias para iniciar os treinos de base visando o próximo ano. Obrigado a CBC, pela oportunidade, e a Caixa Econômica Federal por acreditar e investir no nosso esporte”, declarou Renato Rezende.

Os dois pilotos da seleção já haviam feito uma dobradinha durante a terceira etapa, disputada no sábado, quando a vitória havia ficado com Dixini, seguido por Renato. Desta vez, apenas as posições foram invertidas, com vitória para Renato Rezende, que não deu chance alguma para os adversários durante toda a competição, acompanhado por Miguel Dixini, segundo colocado, coroando a prova masculina com as duas primeiras colocações para o Brasil. O jovem Anderson Ezequiel, 17 anos, também subiu no lugar mais alto do pódio pela categoria Júnior, repetindo a vitória de sábado.

Outro destaque que manteve a regularidade, corrigiu os seus erros cometidos na terceira etapa e completou a prova da grande final da quarta etapa de forma impecável foi a ciclista Bianca Quinalha, 20 anos, que cruzou a linha de chegada na primeira colocação, ficando a frente da tailandesa Amanda Carr e da equatoriana Domenica Azuero, segunda e terceira, respectivamente.

“O nível da competição estava altíssimo, com meninas da Rússia, Tailândia, Equador, Chile entre outros. Essa diversificação deixou a prova bastante tensa, onde não podíamos errar nenhum detalhe. Ainda bem que tudo acabou da maneira como planejamos e estou muito satisfeita com os resultados, que são frutos de muito trabalho e dedicação” disse Bianca Quinalha.

O técnico Daniel Jorge, afirmou após a competição que dependendo dos resultados dos adversários na classificação geral, os pilotos brasileiros ainda podem terminar a temporada ganhando colocações no ranking internacional, além de se posicionarem efetivamente dentro dos principais critérios de classificação da UCI para as próximas competições mundiais.

“Acredito que terminamos as duas etapas da competição com o dever cumprido. Talvez esse seja um dos melhores resultados internacionais da seleção nos últimos tempos. Fizemos duas dobradinhas no masculino além de outros resultados de muito destaque na Júnior e na Elite feminino. Esses resultados trarão pontos muito importantes para o Brasil no ranking mundial. Além dos atletas melhorarem suas colocações, o Brasil ainda se posiciona da melhor forma para atender aos critérios da UCI para as próximas competições do calendário internacional” destacou Daniel Jorge, técnico da Seleção Brasileira de BMX no Chile.

A equipe brasileira foi representada por nove pilotos no Chile: Renato Rezende, Igor Martins Ferreira, Leandro Miranda, Miguel Dixini, Bianca Quinalha, Priscila Carnaval, Anderson Ezequiel Filho, Fillipe Gonçalves e Thaynara Morosini. Completaram a delegação o técnico Daniel Jorge e o preparador físico Vilmar Cardoso.

Fonte: Esporte Alternativo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização