21 de fevereiro de 2024
Bicicletas roubadas da sede da Lampre

Ladrões levam bicicletas e equipamentos da equipe Lampre-Merida

Modalidade de roubo já é prática comum na Europa. Em menos de três meses, pelo menos quatro grandes equipes foram vítimas de roubos

A sede da equipe Lampre-Merida foi vítima de roubo em Milão, Itália, entre a noite de sábado (23) e a manhã desta segunda-feira (25). Ladrões praticamente limparam o local, levando bicicletas, acessórios e carros da equipe. De acordo com a equipe italiana, os ladrões entraram por uma janela dos fundos e inutilizaram o sistema de alarme, o telefone e a conexão à internet.

Entre os materiais furtadas estavam quatro bicicletas Merida completas, quadros, grupos e componentes Shimano, jogos de rodas da marca Fulcrum, selins Selle San Marco e Prologo, potenciômetros SRM, peças de reposição e acessórios, bem como uma caminhonete e um carro da equipe.

Em comunicado, a direção da equipe lamenta a perda, principalmente das bicicletas que seriam entregues aos seus atletas nos próximos dias e oferece uma recompensa para quem souber alguma informação. “Essa é uma grande perda para a equipe Lampre-Merida, visto que as bicicletas estavam prontas para serem distribuídas aos atletas no primeiro training camp, em dezembro”, informa. Todo o material furtado é facilmente identificável, já que está tudo personalizado.

Em três meses, é a terceira vez que ladrões agem da mesma maneira na Europa. Em novembro, a equipe de ciclismo russa Katusha foi alvo de ladrões, que invadiram o caminhão da equipe e levaram todas as bicicletas. Pouco mais de uma semana depois, a seleção dinamarquesa de ciclismo e a equipe Europcar também foram vítimas de ladrões.

Veja também:

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização