20 de junho de 2024
Henrique Avancini - Foto: Ivan Padovani

Henrique Avancini vence terceira etapa da Brasil Ride

Henrique Avancini - Foto: Ivan Padovani
Henrique Avancini – Foto: Ivan Padovani

A terceira etapa da prova Brasil Ride teve brasileiro no cume do pódio. Henrique Avancini, da equipe Caloi, venceu a etapa no formato circuito cross country.

A prova de hoje foi realizada em um percurso com cinco voltas de 7km casa, perfazendo um total de 35 km. Diferente das demais etapas do Brasil Ride, esta prova permitiu que as duplas competissem separadas entre si, sendo que a luta pela vitória se convertesse em um ‘cada um por si’. No posicionamento geral, foram computados a soma dos tempos dos integrantes de cada equipe.

O traçado do percurso iniciava em um trecho de calçamento, sempre em constante subida, até o quilômetro três. A partir deste momento, os competidores entraram em uma trilha de alto nível de dificuldade e repleto de pedras até a região da ermida, local que marca o início de uma descida extremamente técnica até a linha de chegada.

Kohei Yamamoto e Henrique Avancini – Foto: Ivan Padovani
Kohei Yamamoto e Henrique Avancini – Foto: Ivan Padovani

Com este panorama, os participantes não tiveram como poupar forças e a largada foi simplesmente vertiginosa. O primeiro a atacar já na saída foi, curiosamente, Kohei Yamamoto, que literalmente penou com problemas de cãibras na etapa realizada ontem. O japonês da Specialized mostrou-se totalmente recuperado, liderando o grupo. Volta a volta, as posições foram se definindo. Na volta final, o pelotão encabeçado por Yamamoto, o campeão brasileiro Henrique Avancini e Roel Paulissen.

O ciclista belga foi o primeiro a diminuir o ritmo, deixando o último confronto entre Yamamoto e Avancini. Finalmente, o brasileiro foi mais rápido e cruzou a faixa de chegada em primeiro lugar, para alegria dos espectadores.

 

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização