25 de abril de 2024
“Um grande e gordo pedido de desculpas! Assinado: ‘ladrão de bicicletas arrependido’ (Eu não cheguei a danificá-la)”

Ladrão lê bilhete de vítima e, comovido, devolve a bicicleta

Uma enfermeira inglesa resolveu testar a bondade da pessoa que havia roubado sua bicicleta e foi recompensada

A enfermeira inglesa Eileen Remedios, de 55 anos, deixou sua bicicleta presa a um poste enquanto ia visitar uma paciente. Ao voltar, percebeu que a bicicleta havia sido roubada. Pensou então em fazer algo para testar a bondade do ladrão e escreveu o seguinte bilhete:

“Por favor devolva minha bicicleta. Ela é velha, mas amada, e vai ficar assustada sem sua dona" :(
“Por favor devolva minha bicicleta. Ela é velha, mas amada, e vai ficar assustada sem sua dona” 🙁

Eileen prendeu o recado no mesmo poste onde a bike foi roubada.

No dia seguinte, voltou ao local e teve uma grata surpresa. Sua bicicleta estava presa ao poste por um novo cadeado. As chaves do mesmo estavam anexadas a um velho cartão de natal com um pedido de desculpas do “ladrão arrependido”:

“Um grande e gordo pedido de desculpas! Assinado: ‘ladrão de bicicletas arrependido’ (Eu não cheguei a danificá-la)”
“Um grande e gordo pedido de desculpas! Assinado: ‘ladrão de bicicletas arrependido’ (Eu não cheguei a danificá-la)”

A enfermeira ficou tão feliz com a  ação que decidiu espalhar a história para todo mundo que conhecia. “Ele realmente restaurou minha fé na humanidade”, disse Eileen, que aproveitou e respondeu a mensagem, agradecendo:

“Para a doce pessoa que pegou emprestada minha bicicleta, obrigada por devolvê-la. Ela disse que teve uma boa experiência, mas está feliz por estar de volta para mim. Obrigado.”
“Para a doce pessoa que pegou emprestada minha bicicleta, obrigada por devolvê-la. Ela disse que teve uma boa experiência, mas está feliz por estar de volta para mim. Obrigado.”
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização