20 de junho de 2024

Terraduro, a versátil e confortável sapatilha da Giro

Desenvolvidas com a ajuda do ciclista freerider profissional Adam Craig, as novas sapatilhas Giro Terraduro 2014 surgem para romper com o conceito de que ‘uma sapatilha é boa para pedalar, mas não para caminhar‘. Pegando carona na atual popularidade da categoria enduro entre os adeptos do mountain bike, a Giro lança no mercado um modelo de sapatilha com o perfil baixo que oferece uma equilíbrio perfeito entre conforto e rendimento, ou seja, sobre a bicicleta ou fora dela. O resultado é a Giro Terraduro, provavelmente uma das sapatilhas mais polivalentes e interessantes para o ano de 2014.

Ao contrário do que ocorre nas sapatilhas orientadas para a prática de cross country, as novas Giro Terraduro apresentam um solado composto por duas partes independentes para oferecer o máximo rendimento. Em sua parte externa, a sola utiliza um material denominado Vibram, um composto de borracha antideslizante de alta durabilidade, especificamente indicado para caminhar sobre todo tipo de terrenos. Na parte interna, o solado é composto por nylon injetado de alta resistência para dar suporte aos taquinhos SPD, com áreas de menor espessura am pontos chave, para melhorar a comodidade ao se caminhar.

A parte superior das Giro Terraduro é fabricada em um tecido de microfibra muito respirável e resistente, com reforços presentes nas regiões mais propensas a sofrer maior desgaste: ponteira, calcanhar e laterais da sapatilha. em seu interior, a Terraduro vem com uma palmilha moldada em um composto de termoplástico EVA de alta qualidade, com suporte para o arco médio do pé e com tratamento  antimicrobiano para evitar odores não desejados. Para um perfeito ajuste da sapatilha, a Giro optou por utilizar um fecho micrométrico de alta precisão, em conjunto com os tradicionais fechos de velcro.

O peso declarado das novas Giro Terraduro é de 420 gramas (tamanho 43). Sarão disponibilizadas nas cores vermelha e preta. Junto às novas Terraduro, a Giro disponibiliza também uma versão feminina denominada Giro Terradura, com as mesmas características da versão masculina, mas com medidas diferenciadas e somente na cor preta, com detalhes na cor azul turquesa.

As novas sapatilhas deverão ser disponibilizadas nos Estados Unidos e Europa a partir do fim do ano, ao preço médio de 180 dólares.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização