12 de junho de 2024

Atleta completa Ironman em pleno processo de quimioterapia

Sindy HooperExistem situações em que as pessoas verdadeiramente amantes do esporte desafiam todo tipo de regras e acabam como protagonistas de experiências realmente incríveis, como na história de Sindy Hooper, uma atleta canadense de 50 anos diagnosticada com câncer no pâncreas que, em pleno tratamento de quimioterapia após uma séria cirurgia, conseguiu finalizar com êxito um Ironman. Sem dúvida alguma, um exemplo de superação e uma clara demonstração de que, quando se tem força de vontade, tudo é possível.

Sindy Hooper é uma atleta residente em Otawa, Canadá e mãe de dois filhos. Sindy sempre praticou esportes com assiduidade, ao ponto de completar uma prova de Ironman na cidade de Whistler com um tempo de 11 horas e 38 minutos. Durante o mês de janeiro deste anos procurou um médico ao sentir uma forte dor abdominal que infelizmente acabou sendo diagnosticada como câncer de pâncreas. Após esta dura notícia, Sindy Hooper protagonizou uma das mas belas lições de superação que se possa acreditar.

Após se submeter a uma difícil cirurgia na qual foi retirada parte do pâncreas, do estômago, do intestino delgado e da vesícula biliar, teve início ao tratamento de quimioterapia no mês de fevereiro. Em pleno processo de recuperação, a atleta decidiu preparar-se para realizar seu segundo Ironman, mesmo com a afirmação de seus médicos de que lhe diziam que as suas chances de recuperação estavam em torno de 6%. Ignorando esta informação, Sindy participou da prova e tornou-se a primeira atleta da história a finalizar em menos de 17 horas em pleno processo de quimioterapia.

Histórias como a de Sindy Hooper são excepcionais e dos demonstram que o poder de superação pessoal que o ser humano possui é incrível e que os limites de nosso corpo passam necessariamente pela nossa força de vontade.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização