19 de junho de 2024
A bomba Serfas MP-03G Grifter possui capacidade de pressão de até 100psi

Duas bombas de ar que não te deixam na mão

Sílvio Sá*

A situação não é nova. Você vem todo empolgado numa descida cheia de pedras e de repente sente que tem algo errado. Pneu furado. Espinho, snakebite, raio, pedra, pode ter sido um monte de coisas, mas a solução é uma só, interromper o pedal, trocar a câmara ou remendá-la. E na hora de encher o pneu, mais um pouco de raiva. A bomba não encaixa direito no bico, a posição para bombar é ruim, quebra o bico, demora muito para encher.

A menos que você use um cartucho de CO2 você já deve ter passado por isso. Eu já passei e vi um jeito de passar menos raiva, escolhi uma bomba mais robusta apesar de não ser a mais leve. E é essa a dica do dia.

Eu uso já há alguns anos uma bomba que se transforma em uma pequena bomba de piso, com mangueira e tudo mais. Na verdade eu tenho duas, uma da marca Serfas e outra da Beto. Várias outras marcas dispõem de modelos semelhantes como a Topeak, a Lezyne e a Gyio. Destaque para as da Topeak e sua linha Morph, com 3 tamanhos diferentes, indicadas tanto para pneus de mountain bike quanto speed.

Mas porque escolher uma bomba dessas já que elas são maiores e mais pesadas do que as convencionais? Pela eficiência. Essas bombas, quando fechadas, tem um tamanho que dá para levar presa no quadro, apesar de serem grandinhas. Tem uma versões minimalistas também.

O modelo da Beto vem com manômetro incorporado e custa em média 60 reais
O modelo da Beto vem com manômetro incorporado e custa em média 60 reais

Por usarem uma mangueira, não há o risco de quebra do bico da câmara de ar, o que acontece com alguma frequência. Ao serem abertas, ficam como uma bomba de piso, facilitando muito as bombadas. E claro, são maiores porque o barril delas possui maior volume de ar, enchendo de forma mais eficiente até mesmo pneus aro 29.

Na próxima vez que precisar comprar uma bomba portátil, pense com carinho na possibilidade de adquirir uma desse tipo. Tenho certeza que se o seu pedal for por prazer não irá se importar em levar esse pesinho a mais. E se o peso fizer diferença, invista em um sistema de cartucho com CO2.

Tem até uma bomba da Beto que serve também para suspensão. Dois coelhos mortos com uma bombada só.

Sobre o autor

Sílvio Sá é coordenador do grupo Mountain Bike Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização