12 de junho de 2024

Kittel somou quarta vitória no dia da consagração de Froome

785733

Sprinter alemão volta a ser mais rápido que Greipel e Cavendish, vencendo em Paris, no último dia do Tour de France

Com os vencedores de todas as classificações do Tour de France já definidos desde a véspera, na 21ª e última etapa, um dia de consagração para o camisa amarela Chris Froome, só faltava saber quem seria o mais rápido na meta situada nos Champs-Elysees. E a novidade foi o triunfo não ter ido para Mark Cavendish, que tinha vencido sempre que participou na derradeira etapa da prova, nos últimos quatro anos. Marcel Kittel voltou a ser melhor e coroou-se o novo rei dos sprints do Tour, uma vez que o sucesso deste domingo foi o quarto do alemão nesta edição.

O homem da Argos-Shimano cumpriu os os últimos 133,5km do tour, entre Versalhes e Paris, em 3h06m14s, superiorizando-se na linha de chegada a André Greipel (Lotto-Belisol) e Cavendish (Omega Pharma-Quick Step), segundo e terceiro, respectivamente.

Não houve trocas de posições entre os primeiros da geral, mas a vantagem final de Froome para os concorrentes mais próximos foi encurtada em 43 segundos, pois o britânico preferiu cortar a meta em ritmo de passeio e abraçado aos restantes colegas da Sky. Assim, a margem final para Nairo Quintana (Movistar) foi de 4m20s, para Joaquim Rodríguez (Katusha) de 5m04s, para Alberto Contador (Saxo-Tinkoff) de 6m27s e para Roman Kreuziger (Saxo-Tinkoff) de 7m27s.

Rui Costa e Sérgio Paulinho chegaram a 10 segundos do vencedor da etapa. O corredor da Movistar foi um dos destaques da prova, ao vencer duas etapas, e terminou no 27º lugar da geral, a 54m34s de Froome.

Fonte: Desporto P

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização