12 de junho de 2024

Specialized lança novo conceito de integração entre bikes e acessórios

s-swatSeja em uma competição ou simplesmente em um bom passeio de bike, se não quisermos ficar na mão devido a um pneu furado ou um pequeno ajuste em nossas bicicletas, precisamos carregar conosco um mínimo de acessórios para reparos de emergência, como câmaras de ar, bomba e ferramentas apropriadas. Apesar de podermos transportar esses acessórios em nossos bolsos ou em nossas mochilas, nem sempre isto é prático, fazendo com que muitos ciclistas os prendam nos quadros de suas bikes, seja através das famosas bolsas de selim ou mesmo diretamente no quadro da bike, deixando-os sujeitos a poeira, água e outros elementos que podem danificá-los.

A Specialized levou isto em consideração e, para a temporada de 2014, integrará em vários modelos de suas bicicletas um novo sistema denominado SWAT (Storage, Water, Air and Tools). Basicamente, o SWAT oferece uma solução integrada no quadro da bicicleta para transportar água, bomba de ar, ferramentas e itens de uso pessoal, de forma prática e sem ocupar muito espaço.

s-swat-3O sistema SWAT é composto por distintas soluções que se integram aos quadros da marca, como por exemplo, a linha Epic FSR 2014. Desta forma, as bicicletas poderão ser montadas com dois suportes para garrafas Zee II, disponíveis em versões de resina ou carbono, e todo tipo de soluções perfeitamente adaptadas ao quadro da bicicleta, acessíveis de forma rápida e prática, sem a necessidade de ter que guardá-los nos bolsos ou em nossas mochilas.

Ao contrário dos suportes convencionais, onde a garrafa suporte para garrafa é retirada por cima, o Zee II permite a remoção da caramanhola pelos lados (excelente solução para quem possui quadros pequenos ou full suspension), e é comercializado com opção para destros (abertura a direita) ou para canhotos (abertura a esquerda). Como accessório, estará disponível uma base porta-ferramentas, que integrará a multiferramenta EMT da Specialized, oferecendo duas soluções em um único acessório. O peso do suporte Zee II é de 43 gramas para a versão em resina e 28 gramas para a versão em carbono (sem o porta ferramentas).

Por outro lado, se quisermos guardar o kit de ferramentas EMT em um lugar menos visível, os modelos Epic FSR 2014 compatíveis com o conceito SWAT possuem um compartimento logo abaixo da junção entre o top tube e o amortecedor traseiro desenhado especialmente para alojar o kit EMT de forma prática e dissimulada. O kit EMT é composto de chave de fenda, chaves allen de 3, 4, 5, 6 e 8 mm. e chave Torx T25.

s-swat-4Além deste prático kit de ferramentas, o sistema SWAT também nos contempla com uma solução para a reparação de correntes de bicicleta, ocultando no interior da caixa de direção de quadros compatíveis um completo kit de ferramentas composto por uma chave de corrente compatível com correntes de 8, 9, 10 e 11 velocidades e outras ferramentas de emergência. Esta prática solução será compatível com quadros com tubos de direção de 1 1/8″ y 32 mm. de profundidade.

Para aqueles que necessitam de espaço de armazenagem extra, o novo sistema SWAT da Specialized oferece também a nova caixa de armazenamento Fuel Cell, que nos proporciona espaço para armazenar até 8 pacotes de gel carboidrato (ou 2 barras de cereais e 3 pacotes de gel, por exemplo) na parte superior da caixa, além de una pequena bomba de CO2 e seus cartuchos de ar comprimido, tubo extensor de ar de 60 mm e diferentes cabeças de válvula para a bomba. Se isto não for suficiente, podemos optar pelo novo sistema de armazenamento KEG, que possui grande capacidade de guardar acessórios. O KEG será compatível com a maioria dos suportes de garrafa existentes no mercado.

A Specialized anuncia também que para o ano de 2014 pretende expandir seu conceito de armazenagem SWAT a toda sua gama de equipamento, vestuário e acessórios, como por exemplo, bermudas que possam armazenar garrafas de água e ferramentas, e camisas de ciclismo que disponham de espaço para guardar pequenas ferramentas e outros objetos.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização