16 de junho de 2024

Equipe garante a segunda vitória de Cavendish

tourcapa

Mark Cavendish venceu nesta sexta-feira a 13.ª etapa do Tour de France, marcada pelo definitivo afastamento do espanhol Alejandro Valverde da luta pela geral e pela perda de tempo do camisa amarela Chris Froome.

Um trabalho bem organizado da Saxo-Tinkoff, Belkin e Omega Pharma-Quick-Step deixou o líder da corrida cortado e eliminou Alejandro Valverde e também o português Rui Costa da luta pelos primeiros lugares.

O britânico Chris Froome (Sky) perdeu 1m09s para o espanhol Alberto Contador e para o checo Roman Kreuziger (ambos Saxo-Tinkoff) e para os holandeses Bauke Mollema, terceiro na etapa, e Laurens ten Dam, ambos da Belkin. Froome tem agora 2m28s de vantagem sobre o novo 2º, Bauke Mollema, e 2m45s sobre Contador.

Na discussão na meta, no final dos 173 quilômetros entre Tours e Saint-Amand-Montrond, o campeão britânico Mark Cavendish bateu o camisa verde, o eslovaco Peter Sagan, para conquistar a sua segunda vitória na 100ª edição do Tour.

Valverde, que era segundo na geral, e Rui Costa, ambos da Movistar, perderam quase dez minutos e saíram dos primeiros dez da geral.

Valverde teve um furo e perdeu cerca de 40 segundos, separando-se do grupo da frente, no qual ainda estavam todos os principais nomes da geral. A Belkin aproveitou o azar do segundo da geral e forçou o andamento, cavando uma diferença que a Movistar, apesar de Rui Costa, Castroviejo, Plaza, Erviti e Rojas terem ficado para trás para ajudar o seu líder, não conseguiu evitar ser de 9m54s na meta.

Valverde é agora 16.º, enquanto Rui Costa passou de 9.º para 18.º (a 14m22s), perdendo a hipótese de lutar pelos primeiros lugares.

Fonte: Desporto P

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização