23 de junho de 2024

Chegou a vez de Peter Sagan festejar no Tour

782599

O eslovaco da Cannondale conquistou finalmente uma etapa do Tour de France, após ter chegado por quatro vezes ao pódio nesta edição

Peter Sagan (Cannondale) já tinha chegado por quatro vezes ao pódio nesta edição do Tour de France, mas continuava a faltar-lhe um primeiro lugar. A vitória chegou nesta sexta-feira, graças a um grande trabalho de equipe e a um final ao sprint.

Durante os 205,5km que ligavam Montpellier a Albi, a Cannondale foi preparando o triunfo do eslovaco. Foi assumindo o protagonismo nas contagens intermédias e, com um arranque decidido a cerca de 100km da meta, foi deixando cair os adversários.

A Omega Pharma Quick Step, de Mark Cavendish, e a Lotto Belisol, de Andre Greipel, não conseguiram responder à altura e perderam definitivamente o contato com o grupo da frente, quase sempre liderado pela equipe italiana. Cyril Gautier (Europcar), Juan José Oroz (Euskaltel) e Jan Bakelants (RadioShack) ainda protagonizaram uma pequena fuga, mas seriam alcançados a pouco mais de 3km da chegada.

Nos últimos metros, John Degenkolb (Argos Shimano) ainda atacou por dentro, ganhando por momentos a liderança, mas Peter Sagan reagiu a tempo e aproveitou a oportunidade para vencer a etapa deste Tour.

“Estou muito contente e agradecido à equipe. Sem eles, não teria conseguido. Acredito em mim e sinto-me melhor a cada dia”, disse o eslovaco aos microfones da Eurosport, no final da etapa, que concluiu em 4h54m12s, à frente de Degenkolb e de Danielle Benatti (Saxo-Tinkoff).

Sagan aproveitou também o dia para cavar uma enorme diferença para a concorrência direta na classificação por pontos. Somou 65 pontos e totaliza agora 224, contra 130 de Greipel (segundo) e 119 de Cavendish (terceiro).

Na geral individual, tudo na mesma no pódio. Daryl Impey (Orica GreenEdge) conseguiu manter a camisa amarela, depois de ter fechado a etapa no 12.º lugar, Edvald Boasson-Hagen (Sky) é segundo, a 3s, e Simon Gerrans (Orica GreenEdge) terceiro, a 5s.

Os favoritos Chris Froome (Sky) e Alberto Contador (Saxo-Tinkoff) são 7.º (a 8s) e 11.º (a 14s), respectivamente, enquanto Rui Costa (Movistar, a 25s) e Sérgio Paulinho (Saxo-Tinkoff, a 33m21s) são agora 18.º e 128.º da geral.

Fonte: Desporto P

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização