23 de junho de 2024
Ciclista usando o Hövding, o capacete "invisível" que fica acoplado ao pescoço como um colar cervical - Foto: Divulgação

De olho na moda, designers criam ‘airbag’ para ciclistas

Ciclista usando o Hövding, o capacete "invisível" que fica acoplado ao pescoço como um colar cervical - Foto: Divulgação
Ciclista usando o Hövding, o capacete “invisível” que fica acoplado ao pescoço como um colar cervical – Foto: Divulgação

Desenvolvido por duas estudantes de Design, equipamento é para ser usado acoplado no pescoço e funciona como um airbag

Muitas pessoas que usam bicicleta como meio de transporte para o trabalho ou lazer abrem mão da segurança e deixam de lado o capacete por acharem que esse equipamento não tem uma aparência simpática. Com essa ideia em mente, duas estudantes suecas de Design se uniram para produzir um trabalho de conclusão de curso que, além de garantir a proteção do ciclista, deixasse o usuário com um visual mais agradável. Após sete anos de estudos, Anna Haupt e Terese Alstin desenvolveram o Hövding, uma espécie de airbag para ser usado no pescoço que ganhou o apelido de “capacete invisível”.

– Capacetes de bicicletas sempre foram desconfortáveis, parecem cogumelos que temos que carregar na cabeça. Pensávamos que, se conseguíssemos criar isso, seria revolucionário – afirma Terese Alstin no vídeo de divulgação do produto.

Hövding sendo acionado durante uma simulação de impacto - Foto: reprodução do vídeo de divulgação
Hövding sendo acionado durante uma simulação de impacto – Foto: reprodução do vídeo de divulgação

O funcionamento do Hövding – que lembra um colar cervical, só que bem mais estreito – é feito através sensores que identificam uma alteração brusca de aceleração nos movimentos do ciclista. Quando isso ocorre, o dispositivo é acionado e ejeta uma espécie de colchão de ar que envolve praticamente toda a cabeça do usuário numa fração de segundos. Todo o desenvolvimento do “capacete invisível” contou com o apoio de um especialista em acidentes e traumas na cabeça, que ajudou a dupla a analisar a melhor forma de proteger os ciclistas.

O Hövding, que já está à venda na Suécia por cerca de 600 dólares, tem como aspecto negativo – comparado aos tradicionais capacetes – o fato de poder ser acionado uma única vez. Depois disso, não há jeito, é necessário comprar outro.

Assista o vídeo:

Fonte: Globo Esporte

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização