12 de junho de 2024
Foto: AFP/Divulgação

Tour 2013 1ª Etapa: Um dos finais mais conturbados da história

Foto: AFP/Divulgação
Foto: AFP/Divulgação

O Tour de France 2013 iniciou com uma etapa extremamente conturbada em seu final. Um ônibus emperrou em cima da linha de chegada, tombos aconteceram e Marcel Kittel ganhou.

Hoje era certo de que o pelotão viria para a chegada, mas não se podia imaginar a confusão que iria acontecer nos últimos 10km de prova.

E uma pequena confusão também aconteceu logo no início, quando o grande favorito para vencer a competição, Chris Froome (Sky) caiu, ainda na zona neutralizada, logo na largada, mas ele se levantou sem machucados.

A fuga do dia, que era formada por Jerome Cousin (Europcar), Juan José Lobato (Euskaltel-Euskadi), Lars Boom (Belkin), Juan Antonio Flecha (Vacansoleil-DCM) e Cyril Lemoine (Sojasun) e saiu logo após a largada, foi neutralizada com 38km para o final e o pelotão começou a colocar um ritmo alucinante e perigoso pelas estreitas estradas que levavam para Bastia, onde aconteceria a chegada da prova.

A publicidade mal colocada

Dois tombos aconteceram hoje por conta da mal colocação de placas publicitárias durante o percurso. O Carrefour, colocou banners publicitários rente a pista onde estavam passando os ciclistas. Alguns ciclistas acabaram encostando os pedais e arrancaram os banners… Logicamente acabaram caindo.

Um primeiro tombo legou Johnny Hoogerland, que há alguns anos se enrolou em uma cerca de arame farpado durante uma etapa do Tour e logo depois outro tombo aconteceu e vários ciclistas caíram.

onibusO ônibus engastalhado na linha de chegada

O Pelotão vinha voando pela pista, faltando 10km para o final, quando a imagem da transmissão mostrou a linha de chegada, com o ônibus da Orica Green Edge, que se enganchou no pórtico de chegada. O ônibus era alto demais e ficou preso.

Quando faltavam 5km para o final o ônibus ainda estava preso em cima da linha. Os fiscais da prova tentaram esvaziar os pneus do ônibus, mas não deu certo… De última hora eles deram ré no veículo e o tiraram da pista.

Um tombo tira Cavendish, Sagan e Greipel do Sprint

Para quem queria ver a “briga dos gigantes”, ficou chupando dedo. Um tombo muito feito com menos de 5km para o final da etapa derrubou Sagan (Cannondale) e emperrou Cavendish (Omega-Pharma). Greipel (Lotto-Belisol) acabou tento a bike danificada e não conseguiu mais ir com o pelotão.

Sagan ficou um tempo sentido dor, mas depois subiu na bike e continuou. Cavendish não chegou a cair.

A chegada com o que sobrou

Para aumentar ainda mais a lista de feridos… Na última curva do dia, faltando 500 metros para a chegada, Matt Goss (Origa Green-Edge) acabou caindo.

Marcel Kittel (Argos Shimano) que é um dos últimos grandes sprinters que ainda estavam vivos no pelote, conseguiu dar uma belíssima arrancada e superou o Alexander Kristoff (Katusha) e o jovem ciclista Danny Von Poppel (Vacansoleil-DMC), que tem apenas 19 anos.

Por conta da grande confusão, a organização da prova resolveu deixar todos os ciclistas com o mesmo tempo, sem prejuízo na classificação geral, apesar de a queda ter acontecido antes dos 3km de prova.

Explicando: Em etapas planas, se uma queda acontece com menos de 3km de prova… O ciclista que caiu não perde tempo em relação ao grupo.

Marcel Kittel (Argos Shimano) que é um dos últimos grandes sprinters que ainda estavam vivos no pelote, conseguiu dar uma belíssima arrancada e superou o Alexander Kristoff (Katusha) e o jovem ciclista Danny Von Poppel (Vacansoleil-DMC), que tem apenas 19 anos.

Por conta da grande confusão, a organização da prova resolveu deixar todos os ciclistas com o mesmo tempo, sem prejuízo na classificação geral, apesar de a queda ter acontecido antes dos 3km de prova.

Explicando: Em etapas planas, se uma queda acontece com menos de 3km de prova… O ciclista que caiu não perde tempo em relação ao grupo.

Resultados

  1. Marcel Kittel (Ger) Team Argos-Shimano – 4:56:52
  2. Alexander Kristoff (Nor) Team Katusha
  3. Danny Van Poppel (Ned) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team
  4. David Millar (GBr) Garmin-Sharp
  5. Matteo Trentin (Ita) Omega Pharma – Quick-Step Cycling Team
  6. Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale
  7. Gregory Henderson (NZl) Lotto Belisol
  8. Jurgen Roelandts (Bel) Lotto Belisol
  9. Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Movistar Team
  10. Kris Boeckmans (Bel) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team

Classificação Geral

  1. Marcel Kittel (Ger) Team Argos/Shimano – 4:56:52
  2. Alexander Kristoff (Nor) Team Katusha
  3. Danny Van Poppel (Ned) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team
  4. David Millar (GBr) Garmin-Sharp
  5. Matteo Trentin (Ita) Omega Pharma – Quick-Step Cycling Team
  6. Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale
  7. Gregory Henderson (NZl) Lotto Belisol
  8. Jurgen Roelandts (Bel) Lotto Belisol
  9. Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Movistar Team
  10. Kris Boeckmans (Bel) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team


Fonte: Revista Bicicleta

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização