12 de junho de 2024

Tony Martin acusa Tour 2013 por arriscar a vida dos ciclistas

Em causa está a inclusão de duas subidas no Alpe d’Huez à 18.ª etapa do Tour de France

Tony MartinO alemão Tony Martin, campeão mundial de contrarrelógio, acusou a organização da Volta à França de estar a jogar com a vida dos ciclistas por ter incluído na 18.ª etapa duas subidas no Alpe d’Huez.

Em entrevista ao Sport Bild, o ciclista da Omega Pharma-Quick Step manifestou-se preocupado com as características desta tirada de montanha, sobretudo pelas descidas em «estradas velhas, estreitas e cheias de irregularidades».

O percurso não permite grande controle sobre a roda dianteira. Não há barreiras protetoras e vamos passar por uma zona com um precipício de quase 40 metros. O Tour está jogando com as nossas vidas.

“A dupla subida pode ser um grande espetáculo para os adeptos, mas a descida é criminosa”, alertou o ciclista germânico.

A 100.ª edição da Volta a França disputa-se entre 29 de junho e 21 de julho.

Tony Martin disse que a decisão de incluir o trecho Col de Sarenne na 18 etapa do Tour de France é "irresponsável" - Foto: Antoine Plouvin - Cyclism'Actu
Tony Martin disse que a decisão de incluir o trecho Col de Sarenne na 18 etapa do Tour de France é “irresponsável” – Foto: Antoine Plouvin – Cyclism’Actu

Fonte: Revista Bicicleta

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização