22 de junho de 2024

Cidade do México faz campanha de troca de armas por bicicletas

Cerca de 200 armas foram recolhidas em uma semana. Iniciativa começou em Iztapalapa, uma das áreas mais perigosas da capital

Campanha troca armas por bicicletas no MéxicoAs autoridades da Cidade do México estão organizando a campanha “Por sua família, desarmamento voluntário”, de trocas de armas por bicicletas, a fim de tornar mais seguro o perigoso bairro de Iztapalapa.

Para promover este programa, a secretaria de Segurança Pública da Cidade do México investiu 300.000 pesos (23.000 dólares) na aquisição de bicicletas, segundo uma fonte municipal que não quis ser identificada. A iniciativa se estenderá a outras localidades além de Iztapalapa, que é o segundo município com maior índice de criminalidade da capital mexicana.

Apesar de mais de 200 armas recolhidas até o momento, nem todos acreditam que o programa conseguirá desarmar os verdadeiros criminosos. Entre os céticos, também está o comando militar, cuja tropa é encarregada de recolher, catalogar e destruir as armas recolhidas. “Veja o estado das armas: a maioria está velha, pertencem a famílias que as herdaram de seus avós”, afirma o comandante, que também não quis ser identificado. Segundo cifras do governo do ex-presidente Felipe Calderón (2006-2012), um total de 107.973 armas e 10,9 milhões de cartuchos foram apreendidos entre dezembro de 2006 a fevereiro de 2012, e 90% dessas armas provinha dos Estados Unidos.

No México, é ilegal portar armas, ao contrários dos Estados Unidos, onde este tema voltou a ser discutido com a matança de 20 crianças e 6 adultos em uma escola primária em meados de dezembro.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização