21 de Janeiro de 2018
Inicial | Notícias | Seleção Brasileira de BMX Freestyle participa de Mundial na China
Seleção Brasileira de BMX Park - Foto: Divulgação

Seleção Brasileira de BMX Freestyle participa de Mundial na China

Equipe embarcou no último domingo (29) para a cidade de Chengdu. Primeiros treinos oficiais acontecem dia 9 de novembro

Após se tornar modalidade olímpica, o Ciclismo BMX Freestyle Park realiza seu primeiro campeonato mundial homologado pela União Ciclística Internacional (UCI) entre os dias 08 e 12 de novembro, na cidade de Chengdu, na China. A Seleção Brasileira estará presente competindo com cinco atletas, sendo três Elites e dois Juniores.

A equipe brasileira embarcou neste domingo (29/10) bastante motivada com a oportunidade de participar do primeiro e principal evento da modalidade. O grupo será comandado por Diogo Canina, coordenador geral do BMX Freestyle na Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

Para Diogo, ex-atleta profissional e medalhista dos X-Games em duas oportunidades, apesar do pouco tempo de trabalho e oficialização da disciplina, os pilotos estão embarcando com os pés no chão e conscientes do potencial que cada um tem para mostrar.

“Estamos começando um trabalho do zero e tudo está ocorrendo muito bem. A confederação está empenhada em transformar o BMX Freestyle Park em uma disciplina popular, praticada em todos os estados sem preconceitos, e isso é muito importante. Esse será o primeiro mundial do BMX Park e poder ver o Brasil participando é muito gratificante”, declarou Diogo.

Para competir na China, foram convocados os atletas Andre Jesus, Caio de Oliveira Sousa e Cauan Madona Pontes na categoria Elite, e Eduarda Bordignon e Gustavo Batista de Oliveira na categoria Junior. Os treinos oficiais acontecem dia 9 de novembro.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização